Portal do Governo Brasileiro
2012 - Livro Vermelho 2013

Aspidosperma riedelii Müll.Arg. LC

Informações da avaliação de risco de extinção


Data: 17-02-2012

Criterio:

Avaliador: Marcus Alberto Nadruz Coelho

Revisor: Miguel d'Avila de Moraes

Analista(s) de Dados: CNCFlora

Analista(s) SIG:

Especialista(s):


Justificativa

Espécie com EOO maior que 20.000 km² e número de situações de ameaça maior que 10, com ocorrência em unidades de conservação (SNUC) e sem informações sobre ameaças. Existe uma grande disjunção na distribuição da espécie, podendo demonstrar falta de coleta.

Taxonomia atual

Atenção: as informações de taxonomia atuais podem ser diferentes das da data da avaliação.

Nome válido: Aspidosperma riedelii Müll.Arg.;

Família: Apocynaceae

Sinônimos:

  • > Aspidosperma riedelii subsp. riedelii ;
  • > Thyroma riedelii ;

Mapa de ocorrência

- Ver metodologia

Informações sobre a espécie


Notas Taxonômicas

​Arbustos até árvores 2-3(8)m, látex branco, muito ramificados, com lenticelas (Marcondes-Ferreira, 2005).

Distribuição

Norte (Pará), Nordeste (Paraíba), Sudeste (Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro), Sul (Rio Grande do Sul) (Koch; Rapini, 2011). A espécie Aspidosperma riedelii possui distribuição pontual e disjunta, com registros de coleta muito antigos (Koch, com. pess.).

Ecologia

Arbustos até árvores 2-3(8) m. Cresce principalmente em ambientes pedregosos, geralmente perto de cursos d'água. Coletada com flores de outubro a dezembro (Marcondes-Ferreira, 2005). Mata Atlântica (Koch; Rapini, 2011). Florestas semidecídua, decídua, nebular anã, anã do semi-árido (Oliveira Filho, 2010).

Ações de conservação

1.2.1.3 Sub-national level
Situação: on going
Observações: Considerada "Vulnerável" (VU) pela Lista vermelha de São Paulo (SMA-SP, 2004).

1.2.1.3 Sub-national level
Situação: on going
Observações: Considerada "Criticamente em perigo" (CR) pela Lista vermelha do Rio Grande do Sul (CONSEMA-RS, 2002).

Referências

- KOCH, I.; RAPINI, A. Apocynaceae in Lista de Espécies da Flora do Brasil, Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponivel em: <http://floradobrasil.jbrj.gov.br/2011/FB004520>.

- KOCH, I.; SIMÕES, A.O.STEHMANN, J. R.; FORZZA, R. C.; SALINO, A. ET AL. Apocynaceae (Apocynoideae, Rauvolfioideae). Rio de Janeiro: Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2009. 132-140 p.

- NETO, W. M.-F. Aspidosperma Mart., nom. cons. (Apocynaceae): estudos taxonômicos. Tese de Doutorado. Campinas, SP: Universidade Estadual de Campinas, 1988.

- CONSELHO ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE, RIO GRANDE DO SUL. Decreto estadual CONSEMA n. 42.099 de 31 de dezembro de 2002. Declara as espécies da flora nativa ameaçadas de extinção no estado do Rio Grande do Sul e da outras providências, Palácio Piratini, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, 31 dez. 2002, 2002.

- SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE, SÃO PAULO. SMA-SP. RESOLUçãO SMA N. 48 DE 2004. Lista oficial das espécies da flora do Estado de São Paulo ameaçadas de extinção, Diário Oficial do Estado de São Paulo, São Paulo, SP, 2004.

Como citar

CNCFlora. Aspidosperma riedelii in Lista Vermelha da flora brasileira versão 2012.2 Centro Nacional de Conservação da Flora. Disponível em <http://cncflora.jbrj.gov.br/portal/pt-br/profile/Aspidosperma riedelii>. Acesso em .


Última edição por CNCFlora em 17/02/2012 - 16:43:47